ESPIRITO SANTO: "GOVERNADOR CASAGRANDE, FUNCIONALISMO SENZALA..."

  • Imprimir

Por : Pettersen Filho 

 

Confesso que estou perdendo a minha capacidade de surpreender-me diante de "Certas Decisões" do Administrador Público no Brasil... Ainda ontem, em visita ao primoroso Estado do Espirito Santo, do qual sou Servidor Público Aposentado deparei-me com um Decreto Governamental, do Governador Renato Casagrande, supostamente revestido de Legalidade, fato a ter sido emanado do mais alto escalão hierarquico do Governo do Estado, exatamente do Gabinete do Ilustríssimo Senhor Governador Renato CASAGRANDE, o qual, contrariando Lei Federal, editada ainda no Governo Lula, a Lei dos Empréstimos Consignados, dispõe até 30% dos vencimentos do Trabalhador como limite máximo para Consignação em Folha de Pagamento.

 

Uma especie unica de Empréstimo Subsidiado, se não subsidiado, propriamente, à juros muito baixos, relativo aos praticados no Mercado Financeiro, 1,5% a 2% contra 5% ou 9% do Mercado, exatamente por não colocar em risco o Capital envolvido, já que liquido e certo seu Pagamento, que sequer é creditado na Conta, Contra-cheque, do Servidor ou Aposentado, indo diretamente para a conta da Instituição Financeira Creditícia, conferindo, na pratica, um refresco nas contas do Trabalhador, já arrochado, Decreto esse, Governamental, que reduz, de uma ora para outra, sem qualquer aviso, ou justificação, a Margem Consignável, para o máximo de 25%, tornando, na pratica, tais empréstimos impossíveis.

 

Medida que anula, num raciocínio imediato e automático, os recém 4,5% de aumento salarial anual, em Abril, concedido ao Funcionalismo Público Estadual, numa certa dose tratado como SENZALA pelo Governador, quem não nutre pelo Servidor qualquer respeito, dando a exata medida moral do relacionamento do Estado com o seu Servidor, e por consequência, com a Sociedade, tal medida recessiva, e injustificável, parece, tão somente, atender aos interesses dos "Amigos do Rei", no caso, novamente, as Instituições Bancárias e os Apoiadores de Campanha do Governo, porquanto, ao mesmo passo, anuncia o Governador, modificando o Instituto do Empréstimo Consignado, aliás, que vem dando certo no Brasil a quase uma Década, a criação de um mirabolante "Cartão de Crédito" para o Funcionalismo, diga-se de passagem, um Instrumento que tem tudo para se tornar Draconiano, levando a Insolvência o Servidor.

 

Segundo as primeiras informações que colhemos nas Instituições Financeiras do Estado, o Servidor "Contemplado" com o tal "Cartão de Crédito" sacará 90% do total pleiteado, ficando 10% retido na Instituição Financeira, passando a pagar 5% ao mês à Instituição, e outros 5% no remanescente da Fatura Total que receber, e/ou amortizar...

 

É ou não é um "Negócio da China", no dizer dos antigos, ou um verdadeiro "Conto do Vigário", tamanhos os encargos que sobrevirão.

 

Para os que ainda se lembram do malfadado Governo Albuino Azerêdo, que após Governar desastrosamente o Estado, morreu politicamente num carguinho de Secretário do Governo Garotinho/Rosinha no Rio de Janeiro, quem contingenciou parte do Salário do Servidor Público, para após, emprestá-lo ao Servidor por "Juros Amigos", com seu próprio Dinheiro, a nova "Formula CASAGRANDE" É "Negócio" que nem o mais avarento Judeu, ou o mais escroto Agiota conseguiram, sob batuta oficial de um Governo "Chapa Branca" implementar.... 

 

Deixe o FMI, os Abutres da Economia Internacional, ou a União Europeia saberem de tal "Formula:

 

Não restará Pedra sobre Pedra !

 

Texto Publicado originalmente em http://www.paralerepensar.com.br/paralerepensar/texto_jornal.php?

id_publicacao=33142 

 

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, MEMBRO DA IWA – INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO.