SAI JOAQUIM BARBOSA: “NOVA COMPOSIÇÃO DO STF FAVORECE GOVERNISTAS...”

Por : Pettersen Filho 



Saída de Joaquim Barbosa da Presidência do STF, e do próprio Cargo de Ministro, ontem, durante encerramento do Primeiro Semestre no Judiciário pátrio, em que sobrevém as Férias Forenses, em aposentadoria, aparentemente Política, e de Protesto, precipita novo entendimento na Corte, que favorece os Mensaleiros, sobre tudo, os PetistasPodendo, nos primórdios tempos, quando ainda, apenas, engatinhava, no ABC Paulista, Região nascedoura do Sindicalismo Moderno no Brasil, nos idos de 1979, quando definhava a Revolução Militarista de 1964.

 

Dando azo aos novos ventos democráticos, e a Abertura Política, de “A Esquerda” Brasileira, o PT – Partido dos Trabalhadores, então, embrionário, seara por que navegavam os Intelectuais, pensadores, sociólogos e ativistas políticos, ávidos por Mudança, cujo maior paradigma a CUT – Central Única dos Trabalhadores, varreu o Brasil, de norte a sul, com levas, e levas, de greves, e o Movimento Diretas Já, mudando por completo o perfil do Poder no País, removendo da Presidência da República, portanto, do Palácio do Planalto, a Direita, Tradicional e Conservadora, então incorporada por Partidos mais Lights, PMDB e PSDB, já não pode, mais, no entanto, ser conhecido como “Partido de Esquerda”, passados já mais de uma Década de Poder, confortavelmente instalado no Palácio do Planalto, fazendo um Discurso de “Esquerda”, propalando realizações, como o Bolsa Família, PAC e Minha casa Minha Vida, sentado sobre o próprio Rabo, enquanto, na verdade, Governa para os Banqueiros e para os Grandes Grupos Transnacionais. 


Assim é que, circulam pela Internet supostas imagens do Presidente do STF – Suprema Corte Tupiniquim, Órgão que deveria ser absolutamente isento, Tecnico-jurídico, cujas decisões seriam, em tese, a Ultimissima Palavra da Nação, quando falhos os demais Poderes, Executivo e o Legislativo nacional, a quem caberia a interpretação final da Lei, enfim, rasgando a própria Constituição Federal da República, suposto “Pacto” de toda a Nação, Estados-membros, Municípios, Territórios, e Povo, em repulsa a Decisão no Processo da Ação Criminal 470, mais conhecido por Mensalão, de idoneidade e caráter duvidosos, que desconheceu a Formação de Quadrilha no caso dos Réus, alguns deles Estrelas Máximas do PT – Partido dos Trabalhadores, exatamente com a prevalência Política dos Votos dos novos Ministros indicados, nomeados e empossados pelos Governos Petistas, de Lula e Dilma Roussef. 

Casuísmo à parte, não é admissível, em qualquer Democracia do Mundo, que se autodenomine como tal, que Ministros, Julgadores Supremos do País, Ultima Palavra do Poder Nacional, acima, mesmo, do Exército, Marinha e Aeronáutica, caiam reféns de uma Agremiação Política, seja ela Tucana os Estrelada, como é o caso do Brasil, e, compactuem, descaradamente, de um Projeto de Poder que se assenhore, esdruxulamente, de toda uma Nação, e lance por terra, mortalmente ferida, a própria Opinião Pública, e o mais primário senso de decência

É um Jogo Perigoso que Joga o tal Partido, que, de certa maneira, nos faz ter saudades de 31 de Março de 1964: Depois falam que eu não avisei...

Deus nos livre ! 

Leia também : 
http://www.abdic.org.br/index.php/home-7/156-bate-boca-no-supremo-o-voto-lewiano-dowisk  
http://www.abdic.org.br/index.php/home-7/155-joaquim-barbosa-a-desconstrucao-da-imagem-do-ministro  
http://www.paralerepensar.com.br/paralerepensar/texto_jornal.php?id_publicacao=33389


ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, MEMBRO DA IWA – INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO.