BRASIL: “LENDAS DE PETER PAN, SININHO, E AS “PRISÕES ARBITRÁRIAS” NA TERRA DO NUNCA...”

Por : Pettersen Filho

 Fosse objeto de uma Portaria, ou mera “Ordem do Dia”, emanada do QG mal iluminado de uma Ditadura Militar “Qualquer” da América Central, ou África, tão comum aos Anos 70, em que se vivesse em regime de “Estado de Sítio”, tão comum à Guerra Fria, e a disputa entre Países Capitalistas, e Comunistas, de então, seria, até, aceitável, a recente Prisão Preventiva de cerca de vinte Ativistas Políticos, no Rio de Janeiro, na véspera da Final da Copa do Mundo, em que, pelo simples fato de arranjarem, em Ligações Telefônicas gravadas com autorização do Poder Judiciário, ou em Redes Sociais na Internet, Manifestações Públicas contra o Evento, foram levados ao Cárcere Cidadãos Brasileiros, em plena vigência do Regime Político de Direito Democrático, no Brasil, dentre eles, Estudantes e Professores Universitários...

 

Tudo, com propícia “Denúncia” do Ministério Público, ordeiramente recepcionada pelo Poder Judiciário, num imbróglio Jurídico de causar inveja a qualquer Ditadura, do tipo “Pastelão” da América Central.

 

 

Assim é que, sob Governança do Partido dos Trabalhadores, de tantas Greves e Ocupações, em sua História Política, hoje no Poder, em Brasília, quem hospeda, em ultima instância, os Tribunais Federais, incumbidos de cumprir, e interpretar a Constituição Pátria, que assegura a Liberdade de Expressão e a Ampla Defesa, bem como os Princípios inarredáveis da Inocência Presumida, Governos Estaduais, quem controlam a Polícia, no âmbito dos Estados, como é o caso do Rio de Janeiro, cumprindo “Determinação” do Judiciário local, efetivamente, e de fato, levou à cabo as tais Prisões, não fosse o clamor despertado pelas tensões dos Jogos da Copa do Mundo, noutra órbita,  seriam interpretadas, no mínimo, como arbitrárias.

 

Fruto de Inquérito que, iniciou-se em Junho do ano passado, com as Manifestações Violentas da Copa das Confederações, em todo o Brasil, em especial, no Rio de Janeiro, que resultou na Ocupação da Câmara Municipal pelos Black Blocs, e pelo Movimento Passe Livre, diante da resistência da Casa Legislativa em promover a CPI do Transporte Público, incumbiu-se o próprio Governo Federal, com personagens tão emblemáticas, como a própria President”a” Dilma Roussef, outrora, quem “Pegou em Armas” contra a própria Ditadura Militar, no Brasil, em respaldar, “Politicamente”, a Ação desencadeada no Rio de Janeiro, pela Justiça Estadual, a fim de não correr o menor Risco, de Manifestações Públicas, no findar da Copa, diante da possibilidade de ficar com a imagem maculada, perante a Imprensa Mundial, e todo o” Silêncio Armado”, em que transcorreu a Copa do Mundo, com forte aparato da PM nas ruas, e do advento de áreas de exclusão de acesso, no Centro das Cidades e nas proximidades dos Estádios.

 

Tendo como uma das principais personagens a Ativista conhecida por “Sininho”, numa clara alusão ao seu raquítico Porte Físico, e a Ideologia surrealista que encampa, quase visionaria, de Justiça Social e Liberdade de Expressão, quando os crimes que a ela são atribuídos, encerram, no máximo, Medida Socializante, ou Pena Alternativa, nunca Cárcere, num Brasil dominado pelo Poder Econômico e por Entidades Corporativas Pelegas, dominadas pelo Governo Central, cujo enredo nos remete à Sininho, de Peter Pan – o Menino que não queria crescer -, e a Terra do Nunca, tal ilegalidade, a Prisão Arbitrária ocorrida no Rio de Janeiro, ora mantida pelo Tribunal de Justiça Estadual, quem acaba de negar Habeas Corpus aos Réus, respaldada, ao que tudo indica, pelo “Denunciamento” genérico do Ministério Público do RJ, aparentemente, por motivação política, lança duvidas, até, sobre a legalidade , e do Fundo Moral, que norteiam, o próprio Judiciário Tupiniquim.

 

Notoriamente, expediente de ultima ora, requentado e mal temperado, com apoio Institucional dos Órgãos de Poder do Estado Brasileiro, aparentemente, para intimidar a própria Cidadania, pode, até ter sido um remédio, momentâneo, mero analgésico, para o atual “Status Quo” brasileiro, mas, fatalmente, foi um tiro de morte na confiabilidade da Jovem Democracia brasileira ??

 

Se assim for, então:

“Que venham os Militares

 

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, MEMBRO DA IWA – INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO. 

 

OPINIÃO DO LEITOR:

Por : Sueli Silva

 

TERRORISMO, VÂNDALISMO MUDOU DE NOME? AGORA É ATIVISTA ESSA QUADRILHA DE BANDIDOS QUE DAEM ÀS RUAS QUEBRANDO PATROMÔNIOS PÚBLICOS E PARTICULARES? MAIS UM “ISTA” NA LISTA DA PUTARIA E DA BANDIDAGEM!! J Á NÃO BASTAM OS COMUNISTAS, SOCIALISTAS, FASCISTAS, NAZISTAS ETC., NO QUAL DENOMINO TODOS DE OPORTUNISTAS?

ORA, VAI SE CATAR! ESSA MELIANTE MERECE CADEIA DE SEGURANÇA MÁXIMA!

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

 

Por : Fernando Batalha

 

Espero que a prisão desses ativistas – eufemismo de terroristas – se estenda também aos membros do MST, MTST, VIA CAMPESINA, LEVANTE POPULAR da JUVENTUDE etc   

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.