FUNDOS ABUTRES : “A ARGENTINA, ROUBADA E ESTUPRADA...”

  • Imprimir

Por : Pettersen Filho

 Qual o Poder, afinal, possui um simples Magistrado, Juiz de Direito, de uma Corte Local, em Nova York, nos EUA, no limite Territorial da sua Jurisdição, em tese, quem abrange tão somente o Estado de Nova York, ao “Decidir” uma causa, segundo os seus critérios pessoais, Justos ou Não, e, com tal Decisão, subjugar toda uma Nação, a milhares-e-milhares de milhas dali, como é o caso da Argentina, e a sua Divida Externa ?    Essa, inexoravelmente, deve ser a pergunta que aflui à todos os Argentinos, tomados pelas consequências da Decisão de um Juiz singular, quem, acaba de julgar Causa proposta pelos chamados “Fundos Abutres”.

 

 

Assim denominados, devido a sua animalesca atuação, quem compraram, na “Bacia das Almas”, por assim dizer, munidos de absoluta má-fé, Títulos não Pagos da Divida Argentina, com fito, único e exclusivo, de especulação financeira, ora cobrados na Corte Americana, pelo valor de face, obtendo ganho de Causa junto à Justiça local, quem determinou o completo pagamento.

Crise que se arrasta há pelo menos uma Década, desde que a Argentina, tempos atrás, declarou unilateralmente Moratória em sua Divida Externa, deixando de cumprir as suas obrigações devido a uma Crise Financeira interna, sem precedentes, vem a Argentina, contudo, fruto da sua Recuperação Econômica, honrando seus acordos, resgatando seus Títulos, em comum acordo, com cerca de 93% dos seus Credores, quem aceitaram receber seus haveres com desconto, de menos os cerca de 7% dos Credores restantes, no caso, justamente, os tais “Fundos Abutres”, completamente intransigentes, quanto ao total pagamento por parte da Argentina, no que, agem, amparados pela Corte de New Iorque, por mais que aéticos.

 

Um dos principais parceiros comerciais do Brasil, junto com os EUA e a China, a Decisão da Corte Americana, que levou ao bloqueio, em favor dos Fundos Abutres de uma parcela de cerca de Um Bilhão de Dollares, depositados pela Argentina em favor dos cerca de 97% dos demais Credores, esses, acordados com a Argentina, mas, revertidos em favor dos Abutres, na Justiça Americana, tal “Decisão”, contudo, ao nosso modesto ver, não deixa de ter um viés ideológico, tal qual fazem a União Europeia e os EUA, na Guerra Econômica pelo apoderamento da Ucrânia, em relação às restrições impostas à Rússia, ultrapassando, em muito a suposta “Territorialidade” (Eficácia, apenas local, da Lei, nas Fronteiras Americanas) do Julgado, ora, subserviente aos interesses do Pentágono e da Casa Branca, que,  vém na atual Argentina, “Bolivariana”, aliada de Nicolas Maduro, Evo Morales e Fidel Castro, próxima a ingressar nos BRIC`s, e o seu recém fundado Banco Independente, com isso, caminhando para se desvincular da Economia Mundial Dollarizada, ditada pelos Americanos, um potencial Inimigo, a ser batido...

 

Talvez, dai, o constrangimento, que deve, a todo custo, ser repudiado pela Comunidade Financeira Internacional, e, em ultima instância, ver, no âmbito internacional, negada a eficácia da tal Deci$ão !?

 

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, MEMBRO DA IWA – INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO.

 

 

DEFESA DO CONSUMIDOR – CIDADANIA - PEQUENAS CAUSAS CIVEIS ???

  

“DIVULGUE NOSSO TRABALHO PARA QUE NÓS TAMBÉM DIVULGUEMOS VOCÊ”

REPASSE ESSE E-MAIL A UM AMIGO !