CAMPANHA ELEITORAL : “OS VÁRIOS “NÃOS” DE AÉCIO NEVES...”

Por : Pettersen Filho

Passados apenas uns poucos dias, desde que foi deflagrada, oficialmente, “Abertas as Eleições”, com Candidatos Oficiais, Coligações Partidárias, enfim, com cartazes e faixas nas ruas, já é possível, aos mais observadores, verificar a tendência Politico-ideológica que assumem, cada uma das Campanhas, à partir dos eventos, entrevistas e sabatinas, à que se submetem, pelo menos, quanto as três principais Candidaturas, aqui dispostas em ordem aleatória, Dilma Roussef, a Candidata Oficial do atual Governo, Aécio Neves, Candidato da atual, dita, “Oposição”, e Eduardo Campos, com seus belos olhos claros.

 

 

Reunidos, não coincidentemente, em pontos geográficos próximos, a maioria deles em São Paulo, maior Colégio Eleitoral brasileiro, ambos os Candidatos parecem querer exibir aos Eleitores, comparativamente, abordando temas em comum, seus posicionamentos e plataformas eleitorais, assim como foi, perante “Organizações Médicas”, Aécio Neves, ao anunciar o eventual  “Funeral” do Programa Mais Médicos, ao fim dos três anos de Contrato com os Cubanos, em caso de ser eleito, logicamente agradando a Representação Oligárquica da Categoria, espelhando um possível Governo “Não-esquerdista”, mais à Direita, enquanto Dilma, noutro ponto da Cidade, num Centro de Saúde do Governo, destacava as notórias virtudes, para a População, do tal Programa, no entanto, ao meu sentir, mero “Remédio” para  Saúde Pública brasileira, mas não a “Cura”.

 

Fato subsequente, Reunião dos três Candidatos, perante a poderosa CNA – Confederação Nacional da Agricultura, que congrega latifundiários e Empresários do Setor de Agronegócios brasileiros, voltados à Exportação, Pequenas Empresas e Agricultura Familiar fora, novamente, demonstrando “Não-alinhamento” com as Invasões de Terra e o MST, Aécio prometeu Segurança Jurídica para o Setor, quanto à propriedade da Terra, enquanto, no mesmo evento, mantinha Dilma, em tom ameno, o bom, e velho, Discurso, evidentemente “Justo”, pró-misero, da serventia Social da Terra, no entanto, 12 anos depois do PT no Poder: Mais Discurso, do que Fato Novo.

 

Ponto por ponto, quanto à Candidatura Dilma Roussef, à frente do atual Governo, pleiteando, por meio da pesada Máquina Pública, a seu favor, inaugurando obras do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, atualmente com pés no freio, na vigente estagnação econômica brasileira, que muito depõe contra si, PAC 01, PAC 02, PAC 03, e assim vai, herdados do Governo Lula, após 12 anos consecutivos de “Governo Reformista de Esquerda”, do PT – Partido dos Trabalhadores, sem que nada, de fato, tenha sido Reformado, completamente adaptada ao Poder, e acostumando-se com ele, e sua benesses, após aparelhar com seus afilhados, completamente, o Estado (Veja em: http://www.abdic.org.br/index.php/333-decreto-8-243-lei-popular-ou-golpe ),  parece, com o mesmo “Discurso das Migalhas” do Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida, e outros módicos, anunciar igual continuísmo, ou seja: Mais do mesmo.

 

Por seu turno, Eduardo Campos, que em todos os eventos vem aparecendo, embora que com uma presença menor, tendente a ser o “Fiel da Balança”, em caso de Segundo Turno, que é a sua melhor aposta, no qual, caso ocorra, muito possivelmente, vencerá o Candidato remanescente indicado por ele, se esse Candidato soube “Negociar” tal apoio, fruto de uma Aliança, no mínimo Curiosa, que agrega em sua Chapa, Marina Silva, com seu “Projeto Verde”, completamente irrealista, que, à grosso modo, pretende transformar o Brasil em uma Imensa Selva Intocada, retroagindo o País pro tempo colonial, das Ocas e Tabas, exagero nosso, tal Chapa, parece-nos, embora simpática, decente em sua valorização ética e moral, contudo, muito mais uma “Média de Café com Leite”, onde o primeiro liquido, é completamente colorado pelo segundo, embora predominante, tendente a não se homogeneizar.

 

Aécio, antes, na vigência do Governo Mineiro, e em seus Mandatos nas Casas Legislativas, Câmara e Senado, que veio à Política no colo do seu Avô, Tancredo Neves, ainda menino, completamente sem bagagem,  embora adotando, ao longo da sua vida parlamentar, quase sempre um “Discurso Conciliador” do “Vamos ver como fica”, do seu “Choque de Gestão Administrativa”, à frente do Estado de Minas Gerais, definitivamente, querendo angariar notórias simpatias, diante do atual insucesso econômico de Governo Dilma, quiça, capitalizando, a tiracolo, fatores tão improváveis, como a atual Seca em São Paulo (Veja em: http://www.abdic.org.br/index.php/360-previsao-do-tempo-psdb-enfrentara-dias-quentes-e-sol-escaldente ), a péssima Campanha da Seleção do Brasil, e os Movimentos de Rua Pré-copa, da rejeição, e cansaço,  do desgaste da Imagem do próprio PT, doze anos depois, sem Reforma Política, Tributaria e Trabalhista, adquire posições mais radicais, à moda: “Direita, vamos ver ?”

 

Diante de tal Quadro de Candidaturas, e “Propostas Políticas” postas em Cena, meu Caro Eleitor, acho que estamos, mesmo, fritos.

 

É como diz o Ditado Popular.

 

“Se Correr o Bicho Pega. Se Ficar o Bicho Pega, também”

 

Tamo Fú...!!

 

 

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, MEMBRO DA IWA – INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO

 

  

DEFESA DO CONSUMIDOR – CIDADANIA - PEQUENAS CAUSAS CIVEIS ???

  

“DIVULGUE NOSSO TRABALHO PARA QUE NÓS TAMBÉM DIVULGUEMOS VOCÊ”

REPASSE ESSE E-MAIL A UM AMIGO !