MARINA DA SILVA : “AFUNDEM O BISMARCK...”

Por : Pettersen Filho

Absoluto Fenômeno Eleitoral, desde a morte do seu Companheiro de Chapa, Eduardo Campos, em que o seu avião precipitou-se sobre o solo, no Litoral de Santos, ceifando a vida prematura do Líder Partidário do PSB, com quem tramou a Rede, em inusitada composição para Presidente da República, Marina da Silva, ganhou súbita notoriedade jamais vista nas Eleições recentes no Brasil, convertendo-se, inflada pela própria Mídia, em uma espécie de “Terceira Via Política”, entre o Velho, e Cartesiano, PSDB, de Fernando Henrique Cardoso, e o espoliativo Neoliberalismo Econômico, e a Globalização Financeira, que levaram a Pulverização, ao mais completo aniquilamento, do Parque Industrial brasileiro, via Privatizações, e o, já, comprovado Ineficientíssimo Político do PT – Partido dos Trabalhadores, cuja Plataforma Administrativa se vale das mesmas “Velhas Praticas” da Direita, que tanto denunciou, quando na Oposição, no chamado Projeto Lula de Poder, limitando-se à Bolsas Assistencialistas e Corporativismo Político, que levaram  Pais a Inédita Estagninflação, sem qualquer Projeto Nacional.

 

 

Adotando inovador discurso, falando de “Velhas” e “Novas” Políticas, com a qual se diferencia, Marina da Silva, por força da sua Projeção, de olho no Ibope que a projeta, já assumiu publicamente, compromisso, dentre outros, com a União Homoafetiva, de que sempre discordou, esclarecendo ser Ambientalista, mais não tão ambientalista assim, buscando agradar Gregos e Troianos...

 

Pegos meio que surpresa, PT e PSDB, à quem, aparentemente, se reservava uma provável disputa Eleitoral, com reais chances à Presidência, numa Coordenada, e improvável, junção de discurso, já voltam, em conjunto, suas baterias antiaéreas contra o “Number Force One” de Marina da Silva, a todo momento suscitando duvidas sobre quem são os reais apoiadores de Marina, indagando questões inconvenientes sobre a origem do Avião que lhe servia na Campanha, em que morreu Eduardo Campos, numa já anunciada avalanche de prováveis Dossiês e Intrigas, como lhes é habitual.

 

Sobre a inusitada situação, qual seja, a soma de esforços de PT e PSDB, de aniquilarem Marina, episódio característico da Segunda Guerra Mundial, no entanto, pode muito bem esclarecer o dilema em que se encontra Marina, na atual Campanha, navegando em águas proibidas, infestadas de Inimigos, quando, no ano de 1941, ao se ver quase vencida pela Alemanha na Batalha da Inglaterra, depois de amargar o capitulamento da Polônia, Bélgica e França, as “Tropas Aliadas”, ao depararem-se com o Encouraçado de Bolso, Bismarck, orgulho da Marinha Alemã, tão poderoso e blindado, que se dava ao luxo de navegar sozinho, em águas hostis, sem escolta, teria determinado Winston Churchil, ao enxergar no episódio a possibilidade de uma Vitória Fácil, que toda a Marinha Britânica partisse ao seu encalço, com a frase celebre, que causou a afundamento do navio:

 

“Afundem o Bismarck, afundem o Bismarck”, esbravejou Churchil.

 

É, pois, exatamente essa a “Ordem” que deve ecoar nos Gabinetes de Campanha do PT e do PSDB, relativo à Marina:

 

“Afundem a Marina, afundem a Marina  !”

 

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, MEMBRO DA IWA – INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, ALÉM DE SÓCIO CORRESPONDENTE DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLOGIAS, POLÍTICAS E SOCIAIS DOM VASCO FERNANDES COUTINHO, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO

 

DEFESA DO CONSUMIDOR – CIDADANIA - PEQUENAS CAUSAS CIVEIS ???

  

“DIVULGUE NOSSO TRABALHO PARA QUE NÓS TAMBÉM DIVULGUEMOS VOCÊ”

REPASSE ESSE E-MAIL A UM AMIGO !